Oscar 2015: gente como a gente


 

Domingo (22/02) é dia de estourar pipoca e colar na TV para acompanhar mais uma cerimônia de entrega do Oscar 2015, a cereja do bolo para os profissionais e amantes da sétima arte. Mas essa promete ser mais que uma sequência de And the Oscar goes to.

O diferencial da 87ª edição do Oscar é a vasta lista de indicados que tem como pano de fundo histórias reais: gente como a gente, mas com vidas marcadas por dramas, livros e estatuetas.

Hollywood se apaixonou pelas biografias há quatro anos. De lá para cá três dos vencedores de Melhor Filme foram baseados em histórias reais: “Doze Anos de Escravidão” (12 Years a Slave), “Argo” e “O discurso do Rei” (The King’s Speech).

Em 2015 quatro dos oito indicados nesta categoria têm suas vidas retratadas na telona: “Sniper Americano” (American Sniper), “O Jogo da Imitação” (The Imitation Game), “Selma – Uma Luta pela Igualdade” (Selma) e “A Teoria de Tudo” (The Theory of Everything).

Sniper Americano” estreiou esta semana e já arrancou elogios da crítica. Dirigido pelo aclamado Clint Eastwood, o filme conta a história de Chris Kyle, atirador de elite que serviu ao exército americano durante a Guerra do Iraque. Destaque para a interpretação impecável de Bradley Cooper.

Bradley Cooper como o atirador de elite Chris Kyle

Bradley Cooper como o atirador de elite Chris Kyle.

Também tendo uma guerra como ingrediente principal, “O Jogo da Imitação” mostra a odisseia do matemático britânico Alan Turing para decodificar a comunicação dos nazistas durante a II Guerra Mundial. Mas o filme emociona mesmo ao retratar a guerra de Turing contra o preconceito por ser homossexual. Primoroso e meu favorito para levar a estatueta de melhor filme.

Benedict Cumberbatch interpreta Turing: guerra contra o nazismo e contra o preconceito

Benedict Cumberbatch interpreta Turing: guerra contra o nazismo e contra o preconceito

Selma” mostra a luta do pastor protestante e ativista Martin Luther King Jr. ao conduzir três marchas pela igualdade racial: de Selma, na Califórnia a Montgomery, Alabama. Críticos apontam que o filme perdeu vários pontos sem as falas originais dos discursos de King, já que os administradores do espólio não permitiram a utilização.

Selma: a vida de uma lenda

Selma: a marcha de uma lenda.

O consagrado físico teórico Stephen Hawking tem sua história retratada no emocionante “A Teoria de Tudo“, que encontra a perfeita equação na fórmula amor + solidariedade + esperança. A atuação de Eddie Redmayne como Hawking foi tão perfeita que surpreendeu o próprio físico: “Por vezes pensei ser eu mesmo”, disse o físico durante uma das visitas ao set de filmagem.

Eddie Redmayne em sua interpretação fenomenal

Eddie Redmayne em sua interpretação fenomenal

A vida real está presente também em outras categorias:

Cheryl Strayed foi representada por Reese Witherspoon no filme “Livre” (Wild), que concorre como Melhor Atriz.

Steve Carrel (categoria Melhor Ator) e Mark Ruffalo (categoria Melhor Ator Coadjuvante) interpretam John Eleuthère du Pont e Dave Schultz, respectivamente, no filme “Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo” (Foxcatcher).

A lista completa dos indicados você confere aqui.

Imagens: by Bollywoodlife.com, by Cmgdigital.com, by Orlandoweekly.com, by Photogallery Indiatimes.com



Indique o filme Oscar 2015: gente como a gente: Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no Delicious Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no digg Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no facebook Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no Google BookMarks Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no MySpace Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no twitter Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no Windows Live Compartilhe Oscar 2015: gente como a gente no  UEBA  


Elenco (tags): , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Comente o filme Oscar 2015: gente como a gente



« »